Apresentação

 

  Prédio de Gemologia - Foto: Giovanna

O curso de Gemologia da Universidade Federal do Espírito Santo é pioneiro no Brasil, por constituir-se no primeiro curso de bacharelado em Gemologia no País. Seu caráter inovador cristaliza-se também em sua concepção multidisciplinar. O Curso de Bacharelado em Gemologia do Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas da UFES obteve reconhecimento conforme Portaria 216 de 28 de março de 2014, publicado no Diário oficial da União do dia 31 de março de 2014 e registro no e-MEC nº 201114135 (Portaria e Curso).

Tem por objetivo formar profissionais empreendedores e inovativos, capazes de agregar valor econômico ao longo da cadeia produtiva de gemas, jóias e afins. 

Em sua multidisciplinaridade, o curso de Gemologia apresenta grande parte de sua formação na área de Ciências Sociais Aplicadas (economia aplicada ao desenvolvimento do setor minerário, custos e finanças corporativos, direito, gestão estratégica, empreendedorismo, desenvolvimento tecnológico e comércio exterior e inovação na cadeia produtiva de gemas e jóias); contendo com importante formação técnico-científica também na área de Ciências Exatas e da terra (geologia, química mineral principalmente) e área artística (design , lapidação, ourivesaria e montagem de jóias).

O curso de Gemologia da UFES surgiu no contexto do Projeto REUNI como uma possibilidade adicional de ampliação do acesso ao Ensino Público e de qualidade ofertado pelo Sistema Federal de Ensino.

A criação do Curso de Gemologia foi uma demanda da comunidade e da sociedade em geral à Universidade Federal do Espírito Santo. A demanda de empresários e profissionais do setor de mineração e joalheria por capacitação somou-se, por um lado, ao diagnóstico do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, do Governo Federal, de que apesar do Brasil ser o maior exportador mundial de gemas de cada US$ 1,00 (hum dólar) exportado, o Brasil deixa de faturar US$ 9,00 (nove dólares). Isto em decorrência das exportações brasileiras consistirem-se primordialmente de ouro em barras e pedras brutas. Ou seja, decorrente da insuficiência de qualificação profissional e de empreendimentos capazes de agregar valor econômico ao longo desta cadeia produtiva.

Ao final do curso os profissionais estarão aptos a atuar junto à industria joalheria e lapidação podendo ser autônomo e auto-suficiente e ainda desempenhar atividades técnicas especializadas como; identificação e avaliação de gemas e jóias, ourivesaria, modelagem, design e confecção de jóias, lapidação de gemas, gravação e cravação de gemas, artesanato em minerais, caracterização gemológica, avaliação e consultoria, pesquisa e laudos em minerais brutos e lapidados, organização de exposições, comercialização, incluindo importação e exportação, de gemas e jóias.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910